Polícia

Dois funcionários de supermercado também serão investigados no caso de homem espancado até a morte em Porto Alegre

Uma das pessoas autuadas é um homem e a outra é uma mulher, sendo ela a fiscal com a qual a vítima teria se desentendido
20/11/2020 - 16h02min Corrigir

Dois funcionários do supermercado Carrefour também serão indiciados no caso do espancamento de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, ocorrido na noite dessa quinta-feira (19), no bairro Passo D’Areia, em Porto Alegre. O anúncio foi feito pela delegada Nadine Anflor, chefe de Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

Leia mais: Homem é espancado e morto dentro de supermercado em Porto Alegre 

Uma das pessoas autuadas é um homem e a outra é uma mulher, sendo ela a fiscal com a qual a vítima teria se desentendido e não impediu as agressões. Além disso, a funcionária aparece em imagens ameaçando e tentando impedir testemunhas de gravarem o espancamento.

A delegada afirmou que ambos não foram investigados anteriormente porque a polícia ainda precisa apurar a participação deles no caso. Os funcionários do supermercado deverão prestar depoimento novamente.

Já os dois seguranças, identificados como Magno Braz Borges e Giovane Gaspar da Silva, sendo um policial militar temporário, foram presos em flagrante e devem responder por homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, asfixia e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Nadine apontou que a resposta rápida da Polícia Civil ao caso para que “sirva de alerta e não aconteça de novo”.

MAIS NOTÍCIAS

FUNERÁRIA BOM PASTOR
SUPER SÃO JOSÉ
PADARIA ESTRELA
OLIDATA
DIGA NÃO!
ART MÓVEIS
ELETRO CLIC
ROGÉRIO CALÇADOS
RESTAURANTE COME COME
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ADRIANO CONRADO
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +