Saúde

Pesquisa aponta presença de coronavírus em amostras coletadas em esgotos de Porto Alegre e Região Metropolitana

As amostras de água coletadas de estações de tratamento e de pontos de captação de água bruta passam por análise molecular
01/12/2020 - 14h56min Secom-RS Corrigir

O informe do monitoramento ambiental do coronavírus (Sars-CoV2) nos esgotos de Porto Alegre e Região Metropolitana aponta para a presença do vírus em todos os pontos de coleta, referente ao período entre os dias 15 e 28 de novembro. Esses resultados, de acordo com a chefe da Divisão de Vigilância Ambiental do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Aline Campos, são preocupantes, pois demonstram a alta disseminação do vírus na região.

Nas semanas anteriores, havia o predomínio de resultados negativos nos arroios da região metropolitana da capital. Nessa última coleta, pela primeira vez desde o início da análise, todas as amostras de Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) e de arroios foram positivas. Os municípios que tiveram amostras coletadas foram Porto Alegre, Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Gravataí, Novo Hamburgo e São Leopoldo.

“É fundamental redobrar os cuidados de higiene e distanciamento social neste momento, devida à alta circulação viral”, ressalta Aline. O novo boletim de acompanhamento do monitoramento ambiental do coronavírus, com todas as informações de coletas, deverá para ser publicado esta semana.

A pesquisa

A pesquisa é uma parceria entre Secretaria da Saúde (SES) e diversas instituições do setor ambiental e universidades, como Feevale, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) e Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae). Os resultados preliminares comprovaram a presença de coronavírus em águas de esgotos domésticos do Rio Grande do Sul.

O projeto de vigilância ambiental é coordenado pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) e tem como objetivo disponibilizar informações sobre a circulação do vírus nas diferentes áreas do território avaliado e em diferentes sazonalidades.

As amostras de água coletadas de estações de tratamento e de pontos de captação de água bruta passam por análise molecular para definir a ocorrência e quantificação do RNA viral do Sars-CoV-2.

MAIS NOTÍCIAS

PADARIA ESTRELA
MÁRIO SERRALHEIRO
RESTAURANTE COME COME
ROGÉRIO CALÇADOS
OLIDATA
ART MÓVEIS
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ADRIANO CONRADO
Mais Lidas
PADARIA ESTRELAMÁRIO SERRALHEIRORESTAURANTE COME COMEROGÉRIO CALÇADOSOLIDATAART MÓVEIS
ELETRO CLICFUNERÁRIA CAMAQUENSESUPER SÃO JOSÉFUNERÁRIA BOM PASTORADRIANO CONRADO
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +