Tecnologia

Facebook é acusado pela administração Trump de favorecer trabalhadores do H1-B

Facebook negou as acusações em um comunicado
03/12/2020 - 17h44min CNET Corrigir

O Facebook foi atingido na quinta-feira por um processo do governo Trump que alega que o gigante da mídia social é a favor da contratação de trabalhadores imigrantes com vistos de trabalho temporário em vez de trabalhadores americanos para empregos bem pagos.

De janeiro de 2018 a pelo menos setembro de 2019, o Facebook reservou ilegalmente mais de 2.600 vagas para portadores de visto temporário , uma vez que a empresa solicitou o patrocínio da residência permanente dos trabalhadores, de acordo com a ação movida pelo Departamento de Justiça. Os empregos anunciados pelo Facebook tinham um salário médio de cerca de US $ 156.000, disse o DOJ.

"Nossa mensagem para todos os empregadores - incluindo aqueles no setor de tecnologia - é clara: você não pode ilegalmente preferir recrutar, considerar ou contratar portadores de visto temporário em vez de trabalhadores americanos", disse o procurador-geral adjunto Eric Dreiband da divisão de direitos civis do DOJ em um comunicado.

O Facebook negou as acusações em um comunicado.

"O Facebook tem cooperado com o DOJ em sua análise desta questão e, embora contestemos as alegações da reclamação, não podemos comentar mais sobre os litígios pendentes", disse uma porta-voz do Facebook.

 

MAIS NOTÍCIAS

OLIDATA
ROGÉRIO CALÇADOS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FUNERÁRIA BOM PASTOR
MÁRIO SERRALHEIRO
SUPER SÃO JOSÉ
PADARIA ESTRELA
ELETRO CLIC
RESTAURANTE COME COME
ADRIANO CONRADO
ART MÓVEIS
Mais Lidas
OLIDATA
ROGÉRIO CALÇADOSFUNERÁRIA CAMAQUENSEFUNERÁRIA BOM PASTORMÁRIO SERRALHEIROSUPER SÃO JOSÉPADARIA ESTRELAELETRO CLICRESTAURANTE COME COMEADRIANO CONRADOART MÓVEIS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +