Educação

Enem: Ministério da Educação (MEC) dá spoiler sobre redação da prova

Confira a dica
08/01/2021 - 15h39min Notícias Concursos Brasil Corrigir

No próximo dia 17 e 24 de janeiro de 2021, estudantes brasileiros farão a versão impressa da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Na terça-feira (5), o Ministério da Educação (MEC) surpreendeu a internet ao publicar dicas do tema de redação nos Stories do Instagram.

Um dia antes da divulgação nas redes sociais, o MEC deixou uma caixa de perguntas para os estudantes tirarem dúvidas sobre a prova. No entanto, uma das dúvidas mais comentadas foi sobre o tema da redação do Enem 2020.

O tema de redação de uma prova ou concurso é proibido de ser divulgado antes da aplicação. Pois, o sigilo de informação sobre o tema de redação garante igualidade entre os participantes, mesmo assim, o MEC divulgou uma dica para os candidatos.

Na publicação, o MEC destacou a importância da competência 4 do manual de correção da redação do Enem. A competência 4 avalia se o candidato mostra conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção de argumentos no texto. Na sequência, o Ministério divulgou outro post falando sobre os investimentos feitos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) na formação de professores. Portanto, a redação do Enem 2020 poderá apresentar uma temática relacionada à educação.

Prepare-se para a redação do Enem

Ainda dá tempo para se informar e treinar possíveis redações para o Enem 2020. É importante saber que o Enem sempre vai abordar diante de um acontecimento específico sobre desigualdades e possíveis problemas de determinado assunto. Com isso, após a divulgação dos posts nas redes sociais do MEC, o caminho para se atualizar sobre o eixo temático Educação ficou mais fácil.

No ano passado, as provas do Enem 2020 foram adiadas por causa da covid-19. A prova foi reagendada para janeiro deste novo ano. O adiamento da prova aconteceu sob pressão de estudantes, parlamentares e especialistas de educação.

Vale lembrar que em 2020, a educação brasileira sofreu uma adaptação agressiva com a necessidade da realização de aulas à distância, em consequência da pandemia de coronavírus. E em diversas entrevistas na mídia, Bolsonaro defendeu que apoia o ensino de educação à distância no Brasil desde o Ensino Fundamental.

MAIS NOTÍCIAS

ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ROGÉRIO CALÇADOS
OLIDATA
ART MÓVEIS
MÁRIO SERRALHEIRO
ELETRO CLIC
CAMPANHA CONTRA COVID
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
SUPER SÃO JOSÉ
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +