Saúde

Secretaria da Saúde publica lista de doses de vacina da covid-19 por município

A distribuição das doses para cada município segue critérios definidos por meio da nota técnica da Divisão de Vigilância Epidemiológica
21/01/2021 - 12h30min Governo do Estado RS Corrigir

Dos 497 municípios gaúchos, apenas quatro ainda não retiraram as doses da vacina contra a covid-19 nas respectivas Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS). A totalidade das entregas deve ser concluída nesta quinta-feira (21).

A distribuição das doses para cada município segue critérios definidos por meio da nota técnica da Divisão de Vigilância Epidemiológica, do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), e seguindo protocolos do Ministério da Saúde.

Cada município está recebendo a quantidade de doses de forma proporcional à população a ser vacinada no seu território, ou seja, depende de quantas pessoas se enquadram nos públicos-alvos da primeira fase da campanha.

• Clique aqui e baixe planilha com a informação sobre a quantidade de dose por município

Nesta primeira fase, serão vacinados:

- 34% dos trabalhadores da saúde;
- 100% das pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência (ILPIs);
- 100% das pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em residências inclusivas;
- 100% da população indígena vivendo em terras indígenas.

De acordo com a nota técnica, os municípios terão doses suficientes para vacinar 34% dos profissionais de saúde. A recomendação é que se priorize os profissionais de saúde de diferentes categorias (incluindo nível superior e técnico), trabalhadores de higienização, de setor administrativo, motoristas de ambulância e técnicos das Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) e de internação clínica com referência para o tratamento da covid-19.

Também deverão ser vacinados neste primeiro momento os profissionais de saúde que irão compor a equipe que irá até as ILPIs, residências inclusivas e aldeias indígenas. Nos municípios em que não há oferta de serviços de maior complexidade, nem ILPIs, residências inclusivas ou terras indígenas, poderão ser vacinados os profissionais que prestam assistência direta a pessoas suspeitas ou confirmadas de covid-19 em unidades de referência para o atendimento da doença.

Todos os profissionais de saúde e outros grupos prioritários, como idosos não institucionalizados, serão vacinados conforme o Estado for recebendo novas remessas de vacina.

• Clique aqui e veja a nota técnica da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Cevs.

MAIS NOTÍCIAS

ROGÉRIO CALÇADOS
OLIDATA
CAMPANHA CONTRA COVID
PADARIA ESTRELA
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ART MÓVEIS
SUPER SÃO JOSÉ
ADRIANO CONRADO
MÁRIO SERRALHEIRO
FUNERÁRIA BOM PASTOR
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +