Educação

Redação do Enem tem como tema A falta de empatia nas relações sociais

Os estudantes também fazem hoje as provas objetivas de linguagens e ciências humanas
23/02/2021 - 15h57min Stéfane Costa / Blog do Juares Corrigir

A falta de empatia nas relações sociais no Brasil é o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aplicado hoje (23), tanto para estudantes que tiveram as provas canceladas por conta da pandemia do novo coronavírus (covid-19) quanto para aqueles que pediram para participar da reaplicação do exame porque foram prejudicados na aplicação regular, e para os candidatos privados de liberdade.

O tema foi anunciado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta tarde, após o início das provas. Os participantes precisam escrever um texto dissertativo-argumentativo opinativo e organizado para a defesa de um ponto de vista.

A opinião do autor deve estar fundamentada com explicações e argumentos, ou seja, na redação o participante deverá dissertar sobre o assunto proposto descrevendo-o e explicando-o. Além disso, é necessário defender a opinião colocada na construção textual, com o objetivo de convencer o leitor com base em argumentos. A redação deve ter, no máximo, 30 linhas e o texto deverá ser desenvolvido a partir da situação-problema apresentada e dos subsídios oferecidos pelos textos motivadores.

A prova de redação é a única subjetiva do exame e tem, por isso, critérios especiais de correção. Cada redação é corrigida por pelo menos dois corretores. As notas variam de zero a 1 mil.

Para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para vagas em instituições públicas de ensino superior, e do Programa Universidade para Todos (ProUni), que concede bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior, é necessário não ter tirado zero na redação.

Além da prova de redação, os estudantes fazem hoje as provas objetivas de linguagens e ciências humanas. A aplicação segue amanhã (24), quando os participantes resolvem as questões de matemática e ciências da natureza.

Reaplicação

O Enem 2020 regular foi aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro no formato impresso, e nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro no formato digital. Agora, é aplicado o chamado Enem PPL (Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade e Jovens sob Medida Socioeducativa que inclua privação de liberdade).

Também hoje as provas serão reaplicadas aos candidatos do Enem regular, tanto do impresso quanto do digital, que tiveram os pedidos aprovados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Devido à pandemia, a aplicação do Enem regular foi suspensa no estado do Amazonas, onde mais de 160 mil estudantes estão inscritos; em Rolim de Moura (RO), onde estão inscritos 2.863 candidatos, e em Espigão D'Oeste (RO), com 969 inscritos, e está sendo aplicado hoje.

Prevista no edital, a reaplicação do Enem pode ser solicitada por participantes que se sentiram prejudicados por causa de algum problema logístico, como falta de luz no local de prova. Neste ano, devido à pandemia, puderam também pedir a reaplicação os participantes que apresentaram sintomas da covid-19 ou de outra doença infectocontagiosa. 

Com informações da Agência Brasil 

MAIS NOTÍCIAS

ART MÓVEIS
OLIDATA
SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA BOM PASTOR
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
CAMPANHA CONTRA COVID
ELETRO CLIC
ROGÉRIO CALÇADOS
PADARIA ESTRELA
MÁRIO SERRALHEIRO
ADRIANO CONRADO
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +