Política

"Foi no meu limite", disse vereador Mozart sobre denúncia contra vereador Mano

Denúncia de quebra de decoro parlamentar ocorreu na última Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Camaquã
22/04/2021 - 10h49min Corrigir

O vereador Mozart Pielechowski dos Santos (PSDB) protocolou uma denúncia grave contra o vereador Mano Martins (Democratas), na última Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Camaquã. A 12ª Sessão ordinária ocorreu na segunda-feira (19).

A denúncia trata sobre uma suposta quebra de decoro parlamentar por parte de Mano Martins. Conforme o documento, o edil teria acusado alguns colegas, porém não citou nomes, de “roubar” emendas “até de vereador que já faleceu”.

Na denúncia, Mano também teria acusado os parlamentares de serem hipócritas e mandados por alguém: “Papai manda e vocês tem que obedecer, tem que obedecer sim”.

“Eu não tenho nada contra a pessoa do vereador Mano, e sim com as atitudes dele que vinha tomando nos últimos meses, das palavras nos ofendendo. Então, ele me levou a tomar esta atitude, mas não tenho nada contra a pessoa dele, e sim contra as atitudes dele. Ele está sempre nos ofendendo com palavras agressivas, e não só contra mim, mas contra todos os meus colegas que fazem a base do governo. Eu como base do governo respeito as atitudes deles, as decisões deles, mas também não estou na Câmara de Vereadores para ficar aceitando agressões verbais. Tem que respeitar os colegas e o pensamento dos outros. Foi no meu limite”, disse vereador Mozart ao portal de notícias Blog do Juares (BJ).

Em contato com a assessoria do vereador Mano Martins, foi dito que ele concederia uma nota falando sobre o assunto, mas até o fechamento desta edição, ninguém havia entrado em contato com o BJ.

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
ELETRO CLIC
ROGÉRIO CALÇADOS
MÁRIO SERRALHEIRO
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ANUNCIE AQUI
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +
*/ ?>