Geral

Audiência Pública vai debater contrato entre governo federal e a Ecosul

Entre os objetivos está a redução dos valores do pedágio
07/05/2021 - 12h59min Corrigir

Com a intenção de prorrogar o contrato com o governo federal, a Empresa Concessionária de Rodovias do Sul (Ecosul) quer continuar administrando rodovias federais do Rio Grande do Sul. O assunto será tratado em uma audiência pública conjunta entre as comissões de Assuntos Municipais e de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

A audiência, que ocorrerá às 14 horas da próxima segunda-feira (10), foi proposta pelo deputado Pedro Pereira (PSDB) e será transmitida pelo YouTube da TVALRS.

“Vamos discutir o que a Ecosul pretende, já que faltam cinco anos para o término deste contrato e eles já estão trabalhando por sua prorrogação. A empresa é responsável por 457,3 quilômetros de estradas da Região Sul. A BR-116, entre Camaquã e Jaguarão e a BR-392, entre Rio Grande e Santana da Boa Vista. São cinco praças de pedágio e, em cada uma dessas praças, é cobrado R$ 12,30 de automóveis. Um valor absurdo. O mais caro do Brasil”, declarou Pedro Pereira.

O parlamentar afirma que é preciso entender o que já está sendo tratado entre a Ecosul e o governo federal. “Queremos a redução dos valores do pedágio. Vamos exigir que a BR-392 entre Pelotas e Santana da Boa Vista seja duplicada. Essa rodovia é a mais utilizada para o escoamento da produção agrícola do Rio Grande do Sul. Vamos brigar por investimentos”, afirmou Pedro Pereira.

MAIS NOTÍCIAS

ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FUNERÁRIA BOM PASTOR
MÁRIO SERRALHEIRO
SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
ART MÓVEIS
ROGÉRIO CALÇADOS
ANUNCIE AQUI
Tocando agora: Relembre bons momentos