Obituário

Arca de Camaquã posta nota de pesar pela perda de colaborador

Eduardo Biacki faleceu no fim de semana vítima de complicações da covid-19
10/05/2021 - 14h08min Corrigir

A Associação Protetora aos Animais de Rua (Arca) de Camaquã publicou uma nota em sua página no Facebook lamentando a morte do colaborador José Eduardo Biacki, ocorrida no último sábado (8). Ele faleceu aos 55 anos, vítima de complicações ocasionadas pela covid-19.

"A Arca está de Luto. A Arca e todos seus membros sentem-se consternados com a partida deste companheiro protetor, colaborador, voluntário da causa animal, Eduardo Biacki, um parceiro especial que parte de nosso convívio aqui na terra e nos deixa com aperto no coração. Vamos guardar nos nossos corações, lindas memórias de tudo que aqui vivemos, já deixa saudades eterna. Vai em paz querido amigo e encontre o sossego e a luz na tua nova morada, cumpriste tua missão com garra, com lucidez e evolução. Te amamos eternamente", publicou a associação.

A ARCA esta de Luto A ARCA e todos seus membros sentem-se consternados com a partida deste companheiro protetor,...

Publicado por ARCA - Associação Protetora aos Animais de Rua Camaquã em Sábado, 8 de maio de 2021

Diversos amigos e familiares também prestaram homenagens nas redes sociais, ainda sem acreditar na morte prematura de Zé, como era conhecido.

"Não dá para acreditar que esse vírus maldito conseguiu te tirar de perto de nós. Tem coisas que jamais seremos capazes de entender, mas o que me resta é agradecer por ter tido o privilégio de te conhecer e ter sido teu amigo. Você foi uma das melhores pessoa que conheci, me ensinou uma profissão e esteve ao meu lado em todos meus momentos mais importantes. Posso dizer que além de amigo, foi meu segundo pai. Que Deus te receba de braços abertos e a nós fica a saudade e as lembranças dos grandes momentos juntos", escreveu um amigo.

"Você foi luz para nós, trazia alegria e doçura, sempre tinha uma palavra amiga, sempre estava disposto para ajudar em todas ocasiões", disse uma amiga.

"Vai tocar sua viola aí no céu. Te amarei eternamente e jamais esquecerei nossas longas conversas e do calor do teu abraço amigo", escreveu outra amiga, emocionada. 

José Eduardo estava lutando há cerca de um mês contra o coronavírus, tendo sido internado com aproximadamente 75% dos pulmões comprometidos, segundo a família. O enterro ocorreu na manhã desse domingo (9), no cemitério Bom Pastor. Ele deixa esposa, filho e irmãos.

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
ROGÉRIO CALÇADOS
OLIDATA
FUNERÁRIA BOM PASTOR
MÁRIO SERRALHEIRO
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ART MÓVEIS
ANUNCIE AQUI
Tocando agora: Relembre bons momentos