Polícia

JUSTIÇA COM AS PRÓPRIAS MÃOS: polícia divulga motivo de casal ter sequestrado jovem na Serra Gaúcha

Suspeitos fizeram jovem de refém e o colocaram dentro do porta-malas de um veículo, que acabou se envolvendo em um acidente na ERS-122
09/06/2021 - 11h21min Corrigir

A Polícia Civil divulgou o motivo pelo qual um casal de Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, sequestrou um homem de 25 anos, na manhã dessa terça-feira (8), em Farroupilha, na Serra Gaúcha.  

O crime seria para vingar o estupro do filho deles, de sete anos, supostamente cometido pelo rapaz. O suspeito do abuso sexual é padrasto do sequestrador. Ele é o atual companheiro da mãe do homem. Os dois moram em Farroupilha. O estupro teria acontecido na Páscoa, conforme aponta a investigação. Foi registrado um boletim de ocorrência sobre o caso e as investigações já estavam avançadas.

O plano de sequestro só não foi adiante porque um acidente de trânsito na ERS-122 fez com que o suposto abusador fosse resgatado.

O homem, de 38 anos, e a esposa, de 42, saíram cedo de Novo Hamburgo com a filha de quatro anos. Por volta das 7h15, eles já estavam em Farroupilha. A partir daí, passaram a seguir o carro onde o rapaz estava na carona a caminho do trabalho. Ele foi capturado após o homem simular um assalto e mandar o jovem entrar no porta-malas.

Seguindo viagem de volta a Novo Hamburgo, o automóvel acabou colidindo em um caminhão, por volta das 8 horas. Dos ocupantes do carro, apenas a mulher se feriu com maior gravidade e está hospitalizada. O rapaz foi resgatado do porta-malas.

A Brigada Militar já havia sido alertada por testemunhas do sequestro e monitorava o veículo pelo número da placa. Uma barreira policial estava montada em São Sebastião do Caí para interceptá-lo. 

O casal foi autuado em flagrante por sequestro e deve ser encaminhado ao sistema prisional. Nenhum dos dois possuía antecedentes criminais. A polícia acredita que eles tinham intenção de matar o rapaz, movidos por sentimento de fazer justiça com as próprias mãos.

Já o suspeito de abuso sexual também não tinha passagens pela polícia. Se confirmada a autoria do ato, o rapaz responderá por estupro de vulnerável. O caso segue em investigação. 

MAIS NOTÍCIAS

ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
SUPER SÃO JOSÉ
ANUNCIE AQUI
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ELETRO CLIC
ROGÉRIO CALÇADOS
MÁRIO SERRALHEIRO
OLIDATA
Tocando agora: Relembre bons momentos