Política

"Punhalada pelas costas", diz vereador Claiton em nota de repúdio contra presidente da Câmara

Tema é sobre projeto de alterações do Faps, que será votado hoje (14), sem a presença do vereador Claiton Silva, de licença para tratamento da covid-19
14/06/2021 - 11h58min Corrigir

O vereador Professor Claiton Silva (PDT), que se recupera após ter contraído a covid-19, emitiu na manhã desta segunda-feira (14), uma nota repudiando a decisão do presidente da Câmara de Vereadores de Camaquã, Luciano Cabeça (PSDB). A nota repudia a decisão do presidente da Câmara em colocar em votação, hoje (14) à noite, um projeto de autoria do vereador Claiton, que está de licença e só retorna dia 21 de junho, sobre alterações no Fundo de Aposentadoria e Pensões dos Servidores Públicos Municipais de Camaquã (Faps).

O vereador Claiton repudia a decisão e trata como uma “punhalada pelas costas”, já que o vereador está de licença e só retorna às atividades no dia 21 de junho, e segundo ele, Luciano Cabeça teria lhe garantido que colocaria o projeto para votação no dia 21 de junho. Claiton destaca a nota como “Insensibilidade, Imprudência ou Manobra?

Confira na íntegra a nota de repúdio

"Nos dias 03 de maio e 06 de maio, o Projeto de Lei 32 foi retirado de pauta, coincidentemente, quando a vereadora Eva Rosi estava de licença saúde.

O projeto voltou apenas para a primeira discussão em 17 de maio. Coincidentemente, enquanto estou em licença saúde me recuperando da COVID-19 , o presidente traz o projeto e minha emenda para discussão e votação na noite de hoje.

Destaco que tal decisão, por parte do presidente, coincidentemente, aconteceu após ter conhecimento de que retorno na sessão do dia 21 de junho, e após ter recebido prefeito e vice, em seu gabinete, no dia 09 de junho.

E por último, conversei por telefone com o Luciano Cabeça, no dia 10 de junho, onde me garantiu, que colocaria o projeto para votação no dia 21 de junho.

Diante desta punhalada pelas costas, manifesto repúdio pela presença do Projeto de Lei 32 e Emenda Supressiva 1 (de minha autoria) na Sessão de hoje.

Observação:
O Projeto de Lei trata de alterações no (FAPS) Fundo de Aposentadoria e Pensões dos Servidores Públicos Municipais de Camaquã;
A Emenda, mantém a necessidade de aprovação da Câmara, para o Prefeito parcelar possíveis dívidas com o FAPS.

Vereador Claiton Silva"

 

MAIS NOTÍCIAS

ART MÓVEIS
SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
ANUNCIE AQUI
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FUNERÁRIA BOM PASTOR
MÁRIO SERRALHEIRO
Tocando agora: Relembre bons momentos