Política

Vereador apresenta projeto que cria política municipal de marcas e sinais para combater furto de gado em Camaquã

Acompanhado de agentes da Decrab, Vítor Azambuja entregou proposta ao prefeito Ivo Ferreira, já que projeto é de iniciativa privativa do Poder Executivo
22/07/2021 - 16h24min Kevin Oswaldt / Assessoria Vereador Vítor Azambuja Corrigir

O vereador Vítor Azambuja apresentou, na manhã desta quinta-feira (22), um projeto de lei que cria a política municipal de marcas e sinais no município de Camaquã, através da modernização, atualização e digitalização dos sinais, e criação de novas categorias. A proposta, que visa auxiliar no combate ao furto de gado e tornar mais segura a produção dos pecuaristas, foi entregue ao prefeito de Camaquã, Ivo de Lima Ferreira, já que é de iniciativa privativa do Poder Executivo.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

O parlamentar esteve na prefeitura acompanhado dos agentes da Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (Decrab), Márcio Campos e Guilherme Cardona. Também participaram da reunião, o vice-prefeito de Camaquã, Abner Dilmann, e o presidente da Câmara Municipal de Camaquã, Luciano Cabeça. “Agradeço ao prefeito por receber nossa sugestão e demonstrar interesse neste importante projeto”, declarou Vítor Azambuja, que entregou ao chefe do Executivo a redação do texto para ser protocolada pelo Executivo no Legislativo.

O projeto prevê que o cadastro de marcas e sinais, utilizadas pelos pecuaristas na marcação de animais, seja digital, permitindo o acesso mais facilitado pelos órgãos de segurança. No Rio Grande do Sul, a iniciativa surgiu em Dom Pedrito, através do prefeito Mario Augusto de Freire Gonçalves e do vereador Patrício Jardim Antunes, que também é policial civil da delegacia que combate crimes rurais. Com a aprovação da proposta, os agentes da Decrab poderão realizar consulta remota para usar em barreiras sanitárias e na busca de eventuais inconsistências, prevenindo casos de abigeato e outras irregularidades.

Em Camaquã, o projeto foi uma sugestão dos agentes da Decrab, já que facilita o trabalho da polícia. “A Criação do Cadastro Municipal de Marcas e Sinais, através da internet e podendo ser acessado pelos órgãos de segurança e vigilância sanitária, é um avanço importante para o combate aos crimes rurais, como o furto de gado, e oportuniza maior segurança aos pecuaristas e criadores de gado de Camaquã”, explicou o vereador. Além da Decrab, o projeto também tem o apoio e incentivo do Sindicato Rural de Camaquã.

Caso a implantação do projeto de lei, os agentes da segurança pública poderão realizar consulta remota para usar em barreiras sanitárias e na busca de eventuais inconsistências, prevenindo casos de abigeato e outras irregularidades. “Assim que o projeto for protocolado pela Prefeitura na Câmara de Vereadores, visitarei os colegas para reforçar a importância deste projeto para a segurança pública e para o agronegócio camaquense”, concluiu Vítor Azambuja.

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

OLIDATA
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
MÁRIO SERRALHEIRO
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ELETRO CLIC
ANUNCIE AQUI
SUPER SÃO JOSÉ
Tocando agora: Relembre bons momentos