Geral

AFUBRA: programação especial comemora os 30 anos do Verde é Vida

Ações serão desenvolvidas durante o mês de agosto para marcar as três décadas do programa
02/08/2021 - 16h28min Corrigir

Uma intensa programação será desenvolvida durante o mês de agosto para marcar os 30 anos do Verde é Vida, programa permanente de ação socioambiental e educação rural, mantido pela Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), em parceria com escolas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

O Verde é Vida foi criado a partir de trabalhos iniciados pela Afubra desde a fundação da entidade, em 1955, quando já se orientava aos fumicultores sobre a diversificação de culturas. Em 1981 este trabalho de incentivo à diversificação e à preservação ambiental teve um reforço, com a assinatura do primeiro convênio com o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal (IBDF) para o reflorestamento das propriedades rurais. Em 1986, a Afubra iniciou campanhas de educação ambiental com a distribuição de mudas nativas. Com o incremento destas ações de conscientização e preservação ambiental, nasceu o Projeto Verde é Vida, em 8 de agosto de 1991. O Projeto veio para dar continuidade a distribuição de mudas de árvores nativas e reforçar as palestras sobre aspectos ambientais para alunos e professores e comunidades em geral. No mesmo ano, o mascote Afubrinha chegou para auxiliar neste trabalho. O Verde é Vida está em constante transformação e inovação. Apesar de manter as bases de trabalho rotineiras – distribuição de mudas, palestras, Bolsa de Sementes e pesquisas cientificas – procura trazer assuntos e temas pertinentes às necessidades das comunidades rurais. Por isso, para o quadriênio 2021/2024, o tema central será o Desenvolvimento Sustentável.

As comemorações dos 30 anos do Verde é Vida iniciam no domingo, dia 1º de agosto, com uma live, transmitida ao vivo pelo youtube da Afubra, a partir das 10h. Já na segunda-feira, dia 2, inicia a segunda edição da “Campanha MuDáAlimento – quem doa com amor, planta a esperança”, onde, a cada quilo de alimento não-perecível doado pode ser trocado por uma muda de árvore nativa. “A Campanha se estenderá durante todo o mês, ou enquanto tivermos mudas para doação. Os alimentos arrecadados serão doados para entidades assistenciais dos municípios assistidos pela matriz e filiais da Afubra”, explica Marco Antonio Dornelles, vice-presidente da Afubra.

A programação engloba, ainda, a realização da Gincana Cooperativa Sul-Brasileira Verde é Vida, que será realizada de maneira on-line. “Serão cerca de 700 pessoas participando, entre alunos e professores, das escolas parceiras. Vai ser uma forma muito legal de integração, pois, por meio do whatsapp, os inscritos estão distribuídos em sete grupos/equipes diferentes. E esses grupos já estão movimentados, com trocas de mensagens. As tarefas já iniciam na primeira semana de agosto e a Gincana tem previsão de término no dia 27”, revela o professor José Leon Macedo Fernandes, coordenador-pedagógico do Verde é Vida.

Também está prevista a realização da etapa escolar da Mostra Científica. “Dentro da possibilidade de cada escola, incentivamos os alunos e professores realizarem a atividade. Já a etapa Regional, faremos de forma on-line, em setembro”, diz José Leon. Para agosto, integrando as comemorações dos 30 anos, ainda está marcado, para o dia 18, o Encontro Sul-Brasileiro de Grupos Ambientais/On-line. E, para finalizar, no dia 31 de agosto ocorre a webinar de encerramento, com o tema Educação Socioambiental Rural, ao vivo, pelo youtube da Afubra.

“Nossa equipe do Verde é Vida, tanto da matriz como das filiais, está de parabéns por organizar esta programação. Talvez seja um pouco diferente do que faríamos presencialmente, mas, não poderíamos deixar passar em branco uma data tão importante para a Afubra e para nossos parceiros no Verde é Vida”, finaliza Dornelles.

Camaquã e região

A filial da Afubra e a Loja Agrícola de Camaquã, e o Posto de Vendas de Dom Feliciano, durante a Campanha MuDáAlimento, trocaram 1.050 mudas de espécies nativas por 1.353 quilos de alimentos não perecíveis. O volume foi dividido entre sete entidades: Secretaria de Desenvolvimento Social de Cristal, Secretaria de Desenvolvimento Social de Chuvisca, Associação de Apoio a Pessoas com Câncer de Dom Feliciano, Comunidade Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (Missão Social) de Camaquã, Liga Feminina de Combate ao Câncer de Camaquã, Lar Comunitário Nilda de Souza Azambuja de Camaquã, e Serviço de Acolhimento Institucional para Pessoas com Deficiência (Casa Lar) de Camaquã.

A Campanha, além do engajamento dos colaboradores, associados e clientes da Afubra, contou com a parceria das comunidades atendidas e das escolas Alfredo Jacobsen, Chequer Buchaim, Vicente Garcia, Colégio Contemporâneo e Atahualpa Irineo Cibilis, Prefeitura de Camaquã, Viveiro de Camaquã, Comunidade Evangélica de Camaquã, Santa Lúcia Alimentos, entre outras.

A Campanha MuDáAlimento – quem doa com amor, planta a esperança, iniciou no dia 14 de setembro, realizada por todas as filiais da Afubra do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Contou com o apoio do Viveiro Agroflorestal da Afubra, do Viveiro de Mudas Braço do Norte/SC, do Viveiro Municipal do Parque Ambiental Irmão Cirilo (Prefeitura de Francisco Beltrão/PR), do Horto Municipal de Prudentópolis/PR e da Adama.

A live de lançamento da campanha Verde é Vida 30 anos ocorreu nesse domingo (1º), às 10 horas.

Em Camaquã, ainda estão disponíveis até durar o estoque espécies das seguintes frutas nativas: guabiju, guabiroba, araça amarelo, araça vermelho, jaboticaba e cereja.

Com informações e texto de Luciana Jost Radtke

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

PIX
CÂMERAS EXTERNAS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
SERVI
ART MÓVEIS
SUPER SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
OLIDATA
FUNERÁRIA BOM PASTOR
KNN IDIOMAS
MÁRIO SERRALHEIRO