Justiça

Ministério Público denuncia casal por sequestro após colocar homem em porta-malas de carro na Serra Gaúcha

Homem, de 38 anos, e mulher, de 42, alegam ter raptado um jovem, de 25 anos, para vingar um suposto estupro sofrido pelo filho deles
20/08/2021 - 16h21min Corrigir

O casal flagrado com um homem dentro do porta-malas de um carro foi denunciado por sequestro pelo Ministério Público (MP) de Farroupilha, na Serra Gaúcha. O processo foi ingressado no dia 28 de junho e ainda está em fase inicial.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

O episódio foi descoberto após um acidente de trânsito no km 45 da RS-122, registrado na manhã do dia 8 de junho. O homem, de 38 anos, e a esposa, de 42, são moradores de Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, e seguiam viagem em um Renault Logan. O automóvel acabou colidindo em um caminhão. Durante o resgate, a Brigada Militar encontrou um homem, de 25 anos, dentro do compartimento de bagagens. Apenas a mulher acabou se ferindo com gravidade e precisou ser hospitalizada.  O casal foi autuado em flagrante por sequestro. Nenhum dos dois possuía antecedentes criminais. 

Segundo a Polícia Civil, o crime seria para vingar o estupro do filho deles, de 7 anos, supostamente cometido pelo rapaz. O suspeito do abuso sexual é padrasto do sequestrador. Ele é o atual companheiro da mãe do homem. Os dois moram em Farroupilha. O estupro teria acontecido na Páscoa, conforme aponta a investigação. Foi registrado um boletim de ocorrência e o caso ainda está sendo apurado. Se confirmada a autoria do ato, o rapaz responderá por estupro de vulnerável. Ele também não tinha passagens pela polícia. O caso segue em investigação. 

Conforme a polícia, o homem e a esposa saíram cedo de Novo Hamburgo com a filha de quatro anos. Ao chegarem em Farroupilha, passaram a seguir o carro onde o rapaz estava de carona a caminho do trabalho. Ele foi capturado após o homem simular um assalto e mandar o jovem entrar no porta-malas. A Brigada Militar já havia sido alertada por testemunhas do sequestro e monitorava o veículo pelo número da placa. Uma barreira policial estava montada em São Sebastião do Caí para interceptá-lo. 

Todos os envolvidos prestaram depoimento na polícia. Em razão do sigilo da investigação, os nomes deles não foram divulgados. O casal irá responder pelo artigo 148 do Código Penal, que é "privar alguém de sua liberdade mediante sequestro ou cárcere privado". A pena prevista é de um a três anos de reclusão. A polícia acredita que eles tinham intenção de matar o rapaz, movidos por sentimento de fazer justiça com as próprias mãos. Eles responderão o processo em liberdade. 

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

MÁRIO SERRALHEIRO
OLIDATA
KNN IDIOMAS
ELETRO CLIC
PIX
SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
CÂMERAS EXTERNAS
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR