Mundo

Cuba começa a vacinar crianças de apenas dois anos para covid-19

Até o momento, Cuba registrou 6.056 mortes causadas pelo coronavírus
10/09/2021 - 09h06min Corrigir

O governo cubano começou a vacinar crianças de até dois anos contra o covid-19, informou a mídia estatal da ilha, em uma tentativa de fazer com que as crianças voltassem às salas de aula.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

Embora outros países tenham dito que eventualmente vacinarão crianças, acredita-se que Cuba seja o primeiro a dar vacinas covid-19 para crianças pequenas. Em setembro, ela declarou que suas vacinas caseiras eram seguras para administrar as crianças.

Durante a pandemia, a maioria das aulas presenciais foi suspensa na ilha. Em vez de ir à escola, as crianças assistem a programas educacionais na televisão por horas todos os dias. A internet doméstica continua sendo uma raridade em Cuba.

Cuba se concentrou amplamente no desenvolvimento de suas próprias vacinas, em vez de depender de outros países para os medicamentos. Cientistas locais dizem que as vacinas feitas em Cuba são seguras e eficazes, mas até agora forneceram poucos dados para observadores externos. O governo disse que buscará a aprovação da OMS para suas vacinas.

Até o momento, de acordo com o Ministério da Saúde cubano, mais de quatro milhões de pessoas foram totalmente vacinadas. O governo não disse quantas crianças foram vacinadas, mas disse que uma campanha de vacinação pediátrica começou esta semana na província de Cienfuegos, onde o sistema de saúde tem enfrentado escassez terrível com um aumento acentuado de novos casos e mortes.

O governo cubano também disse que espera vacinar mais de 90% da população de 11,2 milhões de pessoas antes de reabrir as fronteiras internacionais em meados de novembro.

Inicialmente, o governo disse que se concentraria na vacinação dos profissionais de saúde, dos idosos e das áreas mais afetadas. Mas após um aumento nas infecções em crianças que se acredita serem causadas pela variante Delta, o governo anunciou que também priorizaria a vacinação de crianças pequenas.

“Com o aumento dos casos positivos de covid-19 em crianças, é necessário que a família se proteja mais e por isso estamos protegendo nossas crianças e adolescentes”, disse o epidemiologista-chefe da ilha, Dr. Francisco Duran Garcia.

Até o momento, Cuba registrou 6.056 mortes causadas pelo coronavírus, mas as autoridades admitiram recentemente que o número de mortes pode ser muito maior.

Com informações da CNN International

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

Mais Lidas