Polícia

Polícia conclui inquérito e indicia um homem por morte de adolescente indígena no Noroeste do RS

Daiane Griá Sales tinha 14 anos e era da etnia Kaingang. Segundo a investigação, ela foi estuprada, morta e teve o corpo levado em carro até uma área rural próximo à reserva onde morava
15/09/2021 - 11h05min Corrigir

A Polícia Civil concluiu o inquérito da adolescente indígena encontrada morta no começo de agosto em Redentora, Noroeste do Rio Grande do Sul. As investigações ficaram a cargo da 22ª Delegacia de Polícia Regional de Três Passos. Um coletiva de imprensa foi realizada, na manhã desta quarta-feira (15), para detalhar o desfecho do caso.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

As autoridades indicam que um homem, de 33 anos, não-indígena é o autor do crime. Ele foi indiciado por estupro de vulnerável, ocultação de cadáver e homicídio qualificado (feminicídio). O acusado teve a prisão preventiva decretada pela Justiça na tarde dessa terça-feira (14).

Daiane Griá Sales, de 14 anos, era da etnia Kaingang e foi vista pela última vez na noite de 31 de julho, em uma festa ao ar livre, que ocorreu ao ar livre em local próximo à comunidade indígena Reserva do Guarita, onde ela morava. No dia 4 de agosto, o cadáver da vítima foi encontrado por um agricultor em uma lavoura na localidade de Posse ferraz, distante cerca de 10 km de onde ocorreu a festa, com indícios de violência sexual e a parte inferior dilacerada. Segundo o laudo de necropsia, o dilaceramento teria sido causado "provavelmente por animais e/ou aves de rapina", restando descartada ação de origem humana nesta parte.

Ao longo de 40 dias de investigações, dois suspeitos foram presos temporatiamente, mas a polícia concluiu que apenas um deles tinha envolvimento com o crime.

De acordo com a polícia, o acusado morava perto de onde tudo aconteceu. Durante depoimento, o acusado apresentou contradições sobre o que teria acontecido. Ainda conforme o que foi apurado, o homem teria oferecido carona para Daiane ao final da festa, no começo da madrugada de 1º de agosto. A investigação afirma que ele agiu sozinho e teria utilizado o veículo para abandonar o corpo da jovem no local onde ele foi encontrado. Exames realizados pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) encontrou vestígios genéticos do autor junto ao cadáver da vítima. A polícia aguarda o resultado de exames periciais complementares para confirmar a causa da morte da adolescente.

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

OLIDATA
CÂMERAS EXTERNAS
SUPER SÃO JOSÉ
MÁRIO SERRALHEIRO
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ELETRO CLIC
SERVI
KNN IDIOMAS
PIX
FUNERÁRIA BOM PASTOR