Política

Vereadores camaquenses discutem caso Canarana em audiência pública

Sócio proprietário da empresa prestou esclarecimentos sobre a implantação de indústria de beneficiamento de fumo
24/09/2021 - 14h20min Corrigir

Na noite desta quinta-feira (23), o auditório da Secretaria de Educação de Camaquã foi palco da audiência pública para discutir o Projeto de Lei 12/2021 que autoriza a doação de área pública e a concessão de incentivo empresarial à Canarana Agro Comercial do Brasil Importação e Exportação de Fumo Ltda, de autoria do Poder Executivo. A audiência foi convocada pela Comissão de Orçamento, Finanças e Controle Externo da Câmara de Vereadores de Camaquã.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

O encontro contou com a participação dos membros da comissão, Claiton Silva (PDT), Vitor Azambuja (Progressistas) e Vaterson Bônus (Republicanos); sócio proprietário da empresa, José Machado; diretoria da Associação Comercial e Industrial de Camaquã (Acic), vereadores e comunidade.

Atualmente, a empresa possui faturamento mensal de cerca de R$ 120 mil e prevê investir mais de R$ 170 milhões por meio de um fundo internacional. O projeto trata da doação de uma área pública de 13 hectares, as margens da BR-116. De acordo com Machado, a empresa possui cinco colaboradores com carteira assinada, além de outros quatro que prestam serviços.

Na oportunidade, Machado apresentou o projeto e destacou que a proposta é segura e possui garantias. “Se o plano de negócios não fosse seguro, o fundo não iria disponibilizar recursos”, avalia o empresário. O empreendedor afirmou que a empresa possui uma área própria para instalação das instalações se os vereadores não aprovarem a doação da área pública.

O vice-presidente da Comissão, Vitor Azambuja, afirmou que não acredita na viabilidade financeira da proposta e adiantou que irá votar pela não autorização da cedência da área. “Se isso não der certo o município pode sofrer prejuízos, não podemos embarcar em aventuras, não podemos assinar um cheque em branco”, explica o parlamentar, destacando que se a proposta for aprovada, torcerá para dar certo.

Já o presidente da Comissão e relator do projeto, Claiton Silva, comentou que está avaliando o projeto e deve realizar visitas ao Instituto Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos (Igam) e outras diligências para elaborar o parecer técnico. No entanto, Silva não adiantou qual será o seu voto.

Foto: Mayara Farias / Blog do Juares

Quem não acompanhou o encontro, pode assistir a gravação da audiência pública

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

Mais Lidas