Economia

Tapes deve ter parque eólico com investimento de R$ 1 bilhão

Este será o primeiro complexo eólico da região Costa Doce
14/10/2021 - 18h02min Corrigir

Tapes terá um parque eólico com capacidade para gerar 239 MW de energia e previsão de início das obras em 2022. O projeto é da empresa Brain Energy, com investimento de R$ 1,09 bilhão. O anúncio da novidade foi trazido na edição da última terça-feira (12) do Jornal do Comércio

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

O empreendimento deve ser instalado na localidade de Capão Alto e contará com 69 agrogeradores de 114 metros de altura cada. O planejamento já conta com todas as licenças necessárias, incluindo a ambiental, e está em fase final de modelagem financeira. Os aerogeradores serão colocados em uma área de 3 mil hectares, entre a BR-116 e a área urbana de Tapes, sendo cortada pela ERS-717.

O projeto vem sendo desenvolvido há mais de cinco anos e passou por alguns entraves. Este será o primeiro complexo eólico da região Costa Doce. No Rio Grande do Sul, há aerogeradores no Litoral Norte (em Osório, Palmares do Sul, Xangri-lá e Tramandaí), na Região Metropolitana (Viamão), no Litoral Sul (Rio Grande, Santa Vitória do Palmar e Chuí) e na Fronteira Oeste (em Santana do Livramento). 

O parque receberá o nome de Capão Alto e deve começar a produção comercial a partir de 2024. Segundo a empresa, a energia produzida deverá ser vendida no comércio livre para a iniciativa privada. Além disso, futuros investimentos são estimados em R$ 1,5 bilhão para uma segunda etapa com a ampliação do complexo e aumento da produção de energia em mais 350 MW.

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, acessando aqui! Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
CÂMERAS EXTERNAS
KNN IDIOMAS
MÁRIO SERRALHEIRO
OLIDATA