Geral

Ocorrências de incêndio aumentam na região de Camaquã

Somente nessa quarta-feira (24), ao menos sete episódios foram registrados pelos bombeiros; um deles envolvendo fogo em moradias indígenas no interior de Camaquã
25/11/2021 - 08h49min Corrigir

As ocorrências de incêndio em Camaquã e região tiveram um aumento considerável nos últimos dias. Somente nessa quarta-feira (24), equipes do Corpo de Bombeiros atenderam a oito episódios de sinistros - cinco em Camaquã, um em Tapes e outro em Sentinela do Sul. De acordo com a guarnição, a maioria dos casos envolveu fogo em vegetação. 

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

Na localidade de Passo da Vitorina, interior de Camaquã, houve três registros de incêndio ao longo do dia. No final da manhã e no meio da tarde, os bombeiros tiveram que controlar as chamas em locais de mato - um deles próximo à aldeia indígena Mbya Guarani Tenonde.

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

Já no começo da noite, residências na mesma região foram atingidas pelo fogo. Não houve feridos, mas as moradias ficaram totalmente destruídas. A provável causa do sinistro ainda é desconhecida. Uma campanha está sendo mobilizada para ajudar a comunidade indígena com doações de roupas, colchões, alimentos e outros donativos básicos para sobrevivência.

Foto: Aldeia indígena atingida pelo fogo no começo da noite de ontem (24), em Camaquã. Reprodução.

Os outros incêndios ocorreram no final da tarde, na Rua Ivan Alcides Dias, bairro Ouro Verde, e à noite, às margens da ERS-350, em Camaquã, envolvendo fogo em vegetação

Uma serraria desativada em Sentinela do Sul, a mesma que na noite da última segunda-feira (24) pegou fogo, também voltou a ser alvo de incêndio. De acordo com o CBM, já é o terceiro ocorrência consecutiva que a guarnição é acionada para conter as chamas no mesmo local. 

Já em Tapes, uma equipe do Corpo de Bombeiros Voluntários (CBV) trabalhou por cerca de 3 horas para apagar um incêndio florestal de grandes proporções na localidade rural de Camélias. Conforme a corporação, as chamas corriam o risco de se alastrarem para as residências. Contudo, o fogo foi controlado e não houve registros de danos materiais ou de feridos, apenas de perdas para a natureza.

Foto: Incêndio florestal de grandes proporções na zona rural de Tapes. Divulgação / CBVT.

A população deve ficar atenta porque as altas temperaturas e o tempo seco do verão podem provocar queimadas em áreas de mato com bastante frequência. Também é preciso ter consciência de não jogar bitucas de cigarro em locais de vegetação. Assim como as pessoas que utilizam as áreas verdes como pontos de lazer aos fins de semana para assar churrasco devem se certificar de que as brasas estão apagadas antes de deixarem os locais no intuito de evitar incêndios. 

Na tarde da terça-feira (23), um incêndio em vegetação foi controlado pelo Corpo de Bombeiros Scab de Arambaré na estrada da Costa Doce. Internautas alertaram na publicação compartilhada pela guarnição sobre casos de pessoas que deixam fogueiras acesas em locais próximos às zonas de mato da região. 

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
DR. JOÃO BATISTA
KNN IDIOMAS
MÁRIO SERRALHEIRO
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
OLIDATA
ART MÓVEIS
PIX
ELETRO CLIC
FUNERÁRIA BOM PASTOR
CÂMERAS EXTERNAS