Justiça

Júri condena os quatro réus pelo incêndio na boate Kiss

Após 10 dias de julgamento, as sentenças foram proferidas na tarde desta sexta-feira (10)
10/12/2021 - 18h04min Atualizada em 10/12/2021 - 18h55min Corrigir

O Tribunal do Júri do Foro Central de Porto Alegre condenou os quatro réus acusados pelo incêndio da boate Kiss. A tragédia ocorreu na madrugada de 27 de janeiro de 2013, em Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul. Morreram 242 pessoas e outras 636 ficaram feridas, a maioria jovens estudantes entre 17 e 30 anos. A sentença começou a ser proferida pelo juiz Orlando Faccini Neto, na tarde desta sexta-feira (10), após 10 dias de julgamento marcado por momentos de emoção e algumas polêmicas e quase nove anos de espera para as famílias das vítimas e sobreviventes. 

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

Os acusados pelo incêndio foram Elissandro Callegaro Spohr, sócio da boate; Mauro Lodeiro Hoffmann, também sócio da boate; Marcelo de Jesus dos Santos, vocalista da banda Gurizada Fandangueira; e Luciano Augusto Bonilha Leão, auxiliar da banda. 

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

Depois do anúncio das sentenças, tanto a defesa quanto o Ministério Público (MP) poderão recorrer da decisão. No entanto, a modificação da pena ou a realização de novo julgamento só poderão acontecer sem que os tribunais modifiquem a decisão dos jurados. 

  • Elissandro Spohr: 22 anos e seis meses de prisão;
  • Mauro Hoffmann: 19 anos e seis meses de prisão;
  • Marcelo de Jesus: 18 anos de prisão;
  • Luciano Bonilha: 18 anos de prisão.

Todos foram acusados de homicídio simples com dolo eventual. A pena seria cumprida em regime fechado provisório por ser superior a 15 anos. Porém, Spohr teve habeas corpus preventivo aceito pelo Tribunal de Justiça e o juiz entendeu que a decisão cabia aos demais réus. Isso impede a execução da sentença dos quatro, que recorrerão em liberdade.

A tragédia é a maior ocorrência de incêndio em número de vítimas na história do Rio Grande do Sul e a segunda do Brasil. A primeira foi a do Gran Circo Norte Americano, em Niterói, no Rio de Janeiro, em 1961. Na ocasião, 503 pessoas morreram.

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

Mais Lidas