Política

Prefeito de Dom Feliciano se manifesta contrário à construção de barragem no arroio Sutil

Por meio de publicação nas redes sociais, Clenio Boeira (PTB) comentou que a oposição ao projeto vem da preocupação com as famílias da localidade onde será erguido o empreendimento que ficarão sem renda
05/01/2022 - 17h20min Corrigir

O prefeito de Dom Feliciano, Clenio Boeira (PTB), utilizou as redes sociais, nessa terça-feira (4), para se manifestar contrário à construção da barragem no Arroio Sutil. Na última sexta (31), o Ministério do Desenvolvimento Regional assinou, juntamente com a Universidade Federal de Santa Maria, o Termo de Execução Descentralizada (TED) para estudos de viabilização do projeto.

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

"Surge mais uma vez a história da Barragem no Arroio Sutil. Fui contra, sou contra e serei sempre contra inundarem nossas terras mais férteis para levar água para arrozeiros, deixando cerca de 300 famílias sem terra para produzir seu sustento. O triste é que tem lideranças de Dom Feliciano a favor", escreveu o gestor.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

A pauta sobre o aproveitamento dos recursos hídricos da bacia do arroio Sutil vem sendo discutida por políticos da região desde 2005. O principal objetivo do projeto é encontrar novos meios para ampliar a irrigação e a produção agrícola regional. Várias reuniões foram articuladas com lideranças políticas de Camaquã e representantes da Associação dos Usuários do Perímetro de Irrigação do Arroio Duro (AUD) ao longo deste período.

A proposta foi defendida, atualmente, em Brasília, junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional, pelo deputado federal Jerônimo Goergen, pelo senador Luís Carlos Heinze e pelo deputado estadual Marcus Vinícius de Almeida, que preside a Frente Parlamentar em Defesa da Metade Sul. Os parlamentares são coligados ao Partido do Progressistas (PP) e apontam que a conquista vai potencializar o desenvolvimento e movimentar a economia regional.

Para a realização da obra, bastava a retomada do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA). O valor total do contrato assinado na última semana supera R$ 2 milhões, sendo que, somente na fase inicial, serão garantidos R$ 712 mil. 

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

Mais Lidas