Economia

Seguro-desemprego terá parcelas de até R$ 2,1 mil neste ano

Veja na matéria!
13/01/2022 - 17h25min Corrigir

O ano de 2022 mal começou e ele já trouxe uma série de mudanças em relação aos programas sociais e previdenciários. Não foi dissemelhante com o seguro-desemprego. De concórdia com o Ministério da Cidadania, agora o teto de pagamentos desse favor passou para a lar dos R$ 2,1 mil.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

Isso significa um aumento de R$ 194,24 em relação ao que tínhamos até o final do ano pretérito. Em 2021, o teto de pagamentos do seguro-desemprego era de R$ 1,9 mil ou alguma coisa em torno disso. Esse valor sumo é pago para as pessoas que recebiam um salário médio supra de R$ 3.097,26 no momento da deposição.

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

Essa mudança no valor do teto acontece por desculpa do reajuste do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano de 2021. De concórdia com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esse reajuste foi de 10,16%. Isso tem ocorrido em uma série de programas, inclusive no seguro-desemprego.

De concórdia com o Ministério da Economia, essa mudança está valendo desde a publicação deste novo oferecido, que aconteceu na última terça-feira (11). Então o trabalhador que deu ingresso no seguro-desemprego a partir desta data vai poder receber o favor já com os valores reajustados.

Segundo o Ministério da Cidadania o montante do favor do seguro-desemprego varia a depender da pessoa que está recebendo. Isso porque tudo vai depender de quanto o empregado recebia. A teoria é fazer sempre um conta com a média de recebimentos do programa nos últimos três meses.

Quem pode receber o seguro-desemprego

A vestimenta é que muita gente não sabe ao visível quem é que tem direito de receber o seguro-desemprego. Em primeiro lugar é preciso lembrar que esse é um favor que vai exclusivamente para os trabalhadores com carteira assinada.

A teoria é ajudar essas pessoas que perdem a ocupação sem justa desculpa. Assim, quando o empregador demite esse funcionário, ele vai ter direito de dar ingresso no seguro-desemprego através do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Como dito, os valores e a quantidade de parcelas variam muito porque tudo vai depender de quanto cada um recebia. É preciso tirar uma média dos seus últimos três salários antes da deposição para saber em qual lugar da tábua inferior você se encaixa.

Até R$ 1.858,17

Quando o salário médio dos últimos três meses fica inferior de R$ 1.858, 17 portanto o empregado pode receber 80% desse valor. Se isso for menos do que 80% do salário mínimo, portanto permanece esse patamar mais eminente.

De R$ 1.858,18 até R$ 3.097,26

Nesse caso, o trabalhador tem direito de lucrar um valor fixo de R$ 1.468,53. Além disso, ele pode lucrar 50% do que ultrapassar os R1.858,17. Essa é a lógica definida pelo INSS neste momento.

Acima de R$ 3.097,26 no seguro-desemprego

Quando se passa desse limite, portanto o trabalhador passa a lucrar R$ 2.106,08. Esse é justamente o novo teto que estamos falando neste momento. Esse pagamento é invariável e é o sumo que o INSS paga de seguro-desemprego.

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

Mais Lidas