Política

Vereadores apresentam projeto que institui Rodeio de Maio como Patrimônio Cultural de Camaquã

Objetivo de Vítor Azambuja e Ronaldinho Renocar é valorizar cultura tradicionalista, rebatendo proposta que visa proibir rodeios no RS
19/05/2022 - 11h45min Corrigir

Os vereadores Vítor Azambuja e Ronaldinho Renocar, do Progressistas, protocolaram nesta quinta-feira (19), dois projetos de lei legislativo que devem tramitar de forma conjunta na Câmara Municipal de Camaquã. Uma das propostas visa adequar a legislação vigente para que manifestações culturais possam passar a ser consideradas patrimônio cultural, e a outra visa instituir o tradicional Rodeio de Maio como Patrimônio Cultural de Camaquã. O protocolo contou com a presença do patrão do CTG Camaquã, Orgelino Nunes.

O Projeto de Lei Legislativo nº 10/2022 altera a Lei nº 68/1989, que dispõe sobre a proteção e preservação do patrimônio histórico e cultural do município de Camaquã e dá outras providências. A legislação vigente prevê apenas a proteção de bens de natureza material, móveis e imóveis. O objetivo da alteração é prever a instituição de bens de natureza imaterial que atualmente não estão contemplados na legislação e que, de acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), dizem respeito às práticas e domínios da vida social que se manifestam em saberes, ofícios e modos de fazer, como, por exemplo, as manifestações culturais e celebrações. Dessa forma, haverá maior facilidade de captação de verbas e recursos para apoio aos eventos que forem considerados Patrimônio Cultural.

Já o Projeto de Lei Legislativo nº 11/2022 visa instituir o Rodeio de Maio como Patrimônio Cultural Imaterial do município de Camaquã. “Esse projeto tem o objetivo de reafirmar o nosso tradicional Rodeio de Maio como parte da cultura gaúcha, valorizando um evento com 50 anos de história, e que traz muitos benefícios culturais e econômicos para a nossa terra”, justificou Vítor Azambuja.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

Uma das ideias dos vereadores é valorizar a cultura tradicionalista, rebatendo propostas que visam proibir rodeios no Rio Grande do Sul, como o projeto de lei 97/2022, de autoria do deputado estadual Rodrigo Maroni (PSDB) e que tramita na Assembleia Legislativa. “Defender a nossa cultura tradicionalista na nossa terra é uma obrigação, diante de propostas que visam agredir nossa história, como a que fora recentemente protocolada na Assembleia Legislativa, que prevê a proibição de rodeios no Rio Grande do Sul”, argumenta Ronaldinho Renocar.

Os projetos serão lidos na sessão ordinária da próxima segunda-feira (23). Em seguida, haverá a tramitação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em eventuais comissões de mérito, para depois ir ao plenário, onde passará por duas discussões, em sessões distintas, e votação.

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

GRÁFICA.COM
Borgte Consórcios
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
CÂMERAS
LEDEJAR
SUPER SÃO JOSÉ
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
Mais Lidas
GRÁFICA.COM
Borgte ConsórciosFUNERÁRIA CONCÓRDIACÂMERAS
LEDEJARSUPER SÃO JOSÉART MÓVEISFUNERÁRIA CAMAQUENSETBK INTERNETIDEALPLAST
Ouça a BJ Rádio Web

Está claro demais aqui? O Blog do juares agora conta com o modo escuro. Aperte na lâmpada e apague a luz!