Justiça

Ministério Público pede ao STF revogação da soltura dos réus do caso Kiss

1ª Câmara Criminal apontou nulidades no processo e determinou a liberação dos quatro condenados em júri ocorrido no final do ano passado
04/08/2022 - 08h50min Corrigir

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) entrou com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF), nessa quarta-feira (3), pedindo que seja suspensa a decisão da 1ª Câmara Criminal que anulou o júri que condenou os quatro réus do caso da boate Kiss. O recuso foi julgado pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RS) na tarde de ontem. 

O documento exige que os réus Elissandro Callegaro Spohr, Mauro Londero Hoffmann, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Augusto Bonilha Leão continuem cumprindo a sentença condenatória proferida pelo Tribunal do Júri em dezembro do ano passado. O texto recorda duas decisões anteriores, dos ministros Luiz Fux e Dias Toffoli, que derrubaram o habeas corpus concedidos aos quatro condenados e determinaram a prisão do quarteto. A petição foi assinada pelo procurador-geral de Justiça Marcelo Dornelles. 

"A concessão da liberdade aos acusados, por ocasião julgamento do recurso de apelação pelo Colegiado Gaúcho, contribui sobremaneira para tal'abalo à confiança da população nas instituições públicas', bem como ao 'necessário senso coletivo de cumprimento da lei e de ordenação social', pois, em caso excepcional de amplíssima repercussão nacional e internacional, dá azo a sucessivas determinações do Poder Judiciário de prisão e soltura, além de sinalizar, em completa subversão à hierarquia das decisões judiciais", escreveu o MP.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

"Nós nos surpreendemos com o reconhecimento de algumas nulidades, das quais nós discordamos e, através de recursos, tanto ao STJ (Supremo Tribunal de Justiça) como ao STF, nós buscaremos a reversão dessa decisão e o restabelecimento da justiça. É muito triste ver esse desfecho nessa tarde, mas, enfim, nós nos solidarizamos com as famílias, com as vítimas sobreviventes e uma vez mais reforçamos que o Ministério Público continuará atuante, continuará vigilante e empreenderá todos os esforços para que aquela decisão, justa e adequada proferida pelo Tribunal do Júri seja restabelecida", disse o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais do MP-RS, Júlio César de Melo.

A anulação do júri foi determinada com placar de dois votos a um. A defesa apontou nulidades no processo, como a conduta parcial do juiz Orlando Faccini Neto durante as sessões, sorteio dos jurados, excesso de linguagem e quebra da paridade de armas entre acusação e defesas no uso de maquete digital pelo MP. O relator, desembargador Manuel José Martinez Lucas, afastou todas as nulidades questionadas pelas defesas. Já os desembargadores José Conrado Kurtz de Souza e Jayme Weingartner Neto votaram favoravelmente a algumas delas. Um novo júri deve ser marcado e cabe recurso da decisão.

Os alvarás de soltura dos quatro réus foram expedidos ainda na noite de ontem. Eles cumpriam pena em penitenciárias das regiões Metropolitana e Central do Estado. Todos foram condenados por homicídio simples com dolo eventual. Elissandro Spohr, sócio da boate, teve sentença fixada em 22 anos e seis meses de prisão; Mauro Hoffmann, outro sócio, foi condenado a 19 anos e seis meses de prisão; Marcelo de Jesus, vocalista da banda Gurizada Fandangueira, que se apresentava na noite da tragédia, recebeu pena de 18 anos de reclusão; e Luciano Bonilha, auxiliar da banda, também foi condenado a 18 anos de prisão.

O incêndio na boate Kiss ocorreu na madrugada de 27 de janeiro de 2013, em Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul. Morreram 242 pessoas e outras 636 ficaram feridas, a maioria jovens estudantes entre 17 e 30 anos. A tragédia é a maior ocorrência de incêndio em número de vítimas na história do Rio Grande do Sul e a segunda do Brasil. A primeira foi a do Gran Circo Norte Americano, em Niterói, no Rio de Janeiro, em 1961. Na ocasião, 503 pessoas morreram.

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

LEDEJAR
FUNERÁRIA BOM PASTOR
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
TBK INTERNET
Borgte Consórcios VEÍCULOS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
GRÁFICA.COM
CÂMERAS
IDEALPLAST
Mais Lidas
LEDEJARFUNERÁRIA BOM PASTORFUNERÁRIA CONCÓRDIATBK INTERNETBorgte Consórcios VEÍCULOSFUNERÁRIA CAMAQUENSEGRÁFICA.COMCÂMERAS
IDEALPLAST