Saúde

Camaquã registra outros quatro casos positivos de covid-19 e total vai para 135

Pacientes recuperados já somam 84 neste momento
08/07/2020 - 17h03min Atualizada em 08/07/2020 - 17h37min Corrigir

Nesta quarta-feira (8), Camaquã contabiliza 135 casos positivos de covid-19. São quatro a mais em relação ao boletim epidemiológico divulgado ontem (7). Desse total, 84 pacientes estão recuperados e o município registra cinco óbitos por conta da doença.

Segundo o secretário da Saúde, Fabiano Martins, o setor epidemiológico já realizou 199 coletas para teste PCR no Laboratório Central do Estado (Lacen/RS), sendo que 42 testaram positivo, 135 negativaram para o coronavírus e 22 ainda estão em análise. Quanto aos testes rápidos, o município soma 744, com 689 resultados negativos e 55 positivos. Neste momento, Camaquã tem, ainda, 134 pacientes sendo monitorados por apresentarem síndromes gripais.

O centro da cidade, bairros Olaria, Jardim do Forte, Santa Marta, Carvalho Bastos e Viégas são os que apresentam mais casos positivos no município, assim como o 5º Distrito, conforme o estudo epidemiológico semanal feito pelo setor epidemiológico.

Martins reforçou que os pacientes submetidos aos testes laboratorias são aqueles que preenchem os protocolos estabelecidos pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) para diagnóstico da covid, e que é realizado entre o terceiro e o quinto dia após os primeiros sintomas. Pessoas com mais de 50 anos que sejam sintomáticas, gestantes e puérperas, profissionais de transporte público e de carga, profissionais do setor portuário, trabalhadores da saúde, segurança pública ou penitenciária, de assistência social, população indígena e quilombola e pessoas que estejam com sintomas e hospitalizadas são as que se encaixam neste tipo de testagem.

Enquanto que o teste rápido deve ser realizado a partir dos 10 dias do início dos sintomas gripais para poder detectar os anticorpos da covid no organismo. Segundo o secretário, é realizado dentro deste período para não apresentar "falsos negativos". Quem apresentar febre acima dos 37,5°C, associada à coriza, dor de garganta e/ou dificuldade para respirar, sintomas respiratórios, dores musculares, perda do paladar ou olfato, será testado nesta modalidade.

*Matéria atualizada para anexo de informações

Assista à live

MAIS NOTÍCIAS

GRUPO WHATSAPP
ADRIANO CONRADO
ROGÉRIO CALÇADOS
LAVAGEM FERNANDES
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
RÁDIO SÃO JOSÉ
SUPER SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
OLIDATA
ART MÓVEIS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
MIX BEBIDAS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +