Saúde

Semana Mundial de Aleitamento Materno terá programação online em agosto

Neste ano, o tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno será “Apoie a amamentação por um Planeta Saudável”
31/07/2020 - 11h22min Assessoria de Comunicação Social - SES/RS Corrigir

Para marcar a Semana Mundial de Aleitamento Materno 2020 (1ª a 7 de agosto) e o Agosto Dourado, a Secretaria da Saúde (SES) irá promover o XII Seminário Estadual da Semana Mundial de Amamentação, o VII Seminário Estadual da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil, e outros eventos alusivos ao tema. Em tempos de pandemia, a programação será inteiramente on-line, além de gratuito e aberto a toda população, sem necessidade de inscrição prévia. Em paralelo, o Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF), no centro de Porto Alegre, receberá a iluminação dourada durante a noite na semana de 1º a 7 de agosto, para chamar atenção para a amamentação.

Neste ano, o tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno será “Apoie a amamentação por um Planeta Saudável”, trazendo a amamentação para o contexto da sustentabilidade. De acordo com a técnica da Política Estadual de Atenção Integral à Saúde da Criança da SES, Kátia Rospide, a amamentação, além de todos os benefícios já conhecidos para a mulher e para o bebê, também diminui o impacto ambiental causado pela alimentação com substitutos do leite materno. “Fórmulas lácteas deixam vestígios ambientais devido aos métodos de produção, embalagem, distribuição e preparação. Por outro lado, a amamentação utiliza menos recursos naturais e quase não há desperdício”, defende Kátia.

Agosto Dourado

O mês recebeu este nome em homenagem ao aleitamento materno por ser considerado o alimento “padrão ouro”: possui todos os nutrientes e transfere toda a imunidade de que o bebê precisa. O leite materno deve ser o único alimento dos bebês até completarem 6 meses de vida e é recomendado até os dois anos de idade. Entre os benefícios da amamentação, Kátia ainda ressalta a proteção para a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias, e a redução do risco de desenvolver hipertensão, colesterol alto, diabetes, sobrepeso e obesidade na vida adulta.

Amamentação na pandemia

Kátia Rospide alerta que não há qualquer contraindicação da amamentação durante a pandemia da covid-19, mesmo se a mãe tiver confirmação da doença. Neste caso, o Ministério da Saúde recomenda a higienização das mãos e uso de máscara pela mãe durante o processo.

Veja aqui as perguntas frequentes sobre amamentação durante a pandemia (Ministério da Saúde).

Programação

MAIS NOTÍCIAS

ROGÉRIO CALÇADOS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ART MÓVEIS
ADRIANO CONRADO
SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
LAVAGEM FERNANDES
RÁDIO SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
MIX BEBIDAS
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +