Saúde

Prefeito de Tapes demonstra preocupação com os índices da covid-19 no município

"Estamos na bandeira laranja, mas não vamos entrar na onda do Estado de liberar tudo porque aqui temos que ter um cuidado um pouquinho mais porque os números estão agravando", disse Silvio Rafaeli em vídeo publicado na sua rede social
15/09/2020 - 15h00min Corrigir

Mesmo após o governo do Estado aceitar o recurso da região de Guaíba e deixá-la em bandeira laranja no mapa definitivo do Distanciamento Controlado, o prefeito de Tapes e presidente da associação dos municípios da Costa Doce, Silvio Rafaeli, permanece preocupado com a situação da pandemia, principalmente na cidade. Segundo o gestor, os número de casos e internações pela covid-19 estão em ascensão. Através de um vídeo publicado em sua rede social, na noite dessa segunda-feira (14), Rafaeli demonstrou sua apreensão.

"Fiquei na dúvida em comentar sobre estarmos na bandeira laranja porque os nossos números estão piorando. Não sei se as pessoas relaxaram, se as pessoas estão achando que isso já passou, e na verdade não passou. Está muito agressivo. Nós (Tapes) tivemos a sexta morte. Infelizmente perdemos mais uma pessoa. Temos pessoas na UTI internadas, temos casos de covid mais agravados no município. Então, eu, de novo, peço muita atenção das pessoas para continuarem com os cuidados, que me parece que deu uma relaxada", afirmou o prefeito.

Rafaeli destacou que a população vem afrouxando os protocolos impostos pelos órgãos de saúde para contenção da doença e tais atitudes vêm se refletido nos últimos 10 a 15 dias. Por conta disso, o gestor afirmou que não haverá maiores flexibilizações das atividades neste momento no municipío , apontando que as canchas esportivas continuarão restritas. "Estamos na bandeira laranja, mas não vamos entrar na onda do Estado de liberar tudo porque aqui temos que ter um cuidado um pouquinho mais porque os números estão agravando", completou.

O prefeito encerrou sua fala torcendo para que nesta semana haja uma redução no número de casos e que as pessoas voltem a se cuidar mais para se proteger do coronavírus. "Não me entra na cabeça essa facilidade de que já acabou. Não acabou. Está aí o resultado. A média no Brasil tem caído, mas aqui no nosso caso não, e isso preocupa", finalizou Rafaeli.

MAIS NOTÍCIAS

RÁDIO SÃO JOSÉ
ELETRO CLIC
PADARIA ESTRELA
ART MÓVEIS
SUPER SÃO JOSÉ
OLIDATA
ROGÉRIO CALÇADOS
FAMOSOS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
RESTAURANTE COME COME
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +