Mundo

Brasileira morre abandonada no deserto durante travessia ilegal para os EUA

Segundo familiares, ela teria sido deixada sem água e comida por um grupo de 'coiotes', mas com a promessa de resgate, que não ocorreu
17/09/2021 - 18h27min Corrigir

O corpo de uma brasileira foi encontrado nesta semana por agentes de fronteira do estado norte-americano do Novo México. Segundo informações do jornal Deming Headlight, divulgadas nesta sexta-feira (17), a mulher morreu durante tentativa de entrar ilegalmente nos Estados Unidos. Ela foi identificada como Lenilda dos Santos, de 49 anos.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

A família concedeu entrevista ao jornal O Globo e confirmou que Lenilda cruzou a fronteira dos EUA com o México, mas acabou ficando para trás. Um grupo de 'coiotes' (guias comunitários que auxiliam na travessia legal) teria prometido que voltaria para ajudá-la, no entanto, isso não aconteceu. Lenilda ficou sem água nem comida em pleno deserto, porque estava cansada.

Como ainda é verão no Hemisfério Norte, as temperaturas no deserto do Novo México podem ultrapassar facilmente os 40°C. A mulher ainda teria conseguido entrar em contato com familiares por meio de mensagens de aplicativo, inclusive com compartilhamento de localização. Porém, quando ela parou de responder, a família resolveu pedir ajuda às autoridades do Novo México.

De acordo com o órgão de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos obtidos pela BBC, entre outubro de 2020 e agosto de 2021, 46.410 brasileiros foram detidos ao cruzar ilegalmente a fronteira sul do país através do México.

Os agentes de fronteira têm encontrado mais de 600 migrantes por dia, um aumento de mais de 2.000% em relação ao ano passado, conforme dados das autoridades americanas locais. 

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

Mais Lidas