Rural

Vaca dá à luz bezerros gêmeos de sexos diferentes em Cerro Grande do Sul

Fato causou surpresa no casal de agricultores Cleber Gringer Dias e Solange Fortes Moraes, donos dos animais

Compartilhe:
15/02/2024 - 15h58min Corrigir

Um caso considerado raro pelos médicos veterinários ocorreu, na manhã desta quinta-feira (15), no interior de Cerro Grande do Sul. Uma vaca deu à luz bezerros gêmeos de sexos diferentes, um macho e uma fêmea, de uma gestação natural em uma fazenda na localidade de Campo dos Teixeiras. Os nascimentos foram registrados por volta das 8h15.

O fato causou surpresa no casal de agricultores Cleber Gringer Dias e Solange Fortes Moraes, donos da propriedade rural. Os dois, inclusive, auxiliaram no parto. “Fomos puxar porque ela (a vaca) estava com dificuldade. Quando vimos, tinha outro a caminho”, contou Solange à reportagem do Grupo Blog do Juares de Comunicações.

A mãe, Pintada, da raça holandesa, e os bezerros, batizados de Estrelinha e Coração, passam bem – embora o segundo esteja com um pouco de dificuldade para respirar ao mamar.

A agricultora disse que o filho caçula foi o membro da família que mais se surpreendeu com o ocorrido. “Cledyson é o mais pequeno (sic) e ficou admirado com dois nenê pequeno (sic)”, comentou a internauta. O casal tem cinco filhos no total.

Parecer profissional

De acordo com a literatura veterinária, a chance de uma vaca ter uma cria de gêmeos de sexos diferentes é de apenas 0,5%. O médico veterinário de Camaquã, Sergio Scherer, explicou ao BJ que as bezerras de gestações semelhantes podem desenvolver freemartinismo – uma anomalia congênita que provoca problemas de fertilidade.

“É comum se ter partos gemelares de sexo diferentes. O incomum é ter uma fêmea fértil parindo um casal de macho e fêmea, o que caracteriza o freemartin. Portanto, essa fêmea nascida em Cerro Grande (do Sul) de gêmeos de sexo diferentes deverá apresentar o freemartinismo, sendo estéril, o que não pode ser prevenido. Lembrando que essa enfermidade só ocorre se os sexos forem diferentes. Ou seja, quando são gêmeos de duas fêmeas ou dois machos, não haverá problemas de infertilidade”, pontuou.

“Portanto, é uma fêmea que nasce estéril com características masculinas gestada com um macho que ocorre no início da gestação. Em torno de 40 a 45 dias, ocorrendo uma fusão (anastomose). Tais anomalias ocorrem por não estar formadas as características (as gônadas) femininas por um ambiente hormonal, já que o macho está formado”, completou Scherer.

O veterinário deu dicas para vistoriar a genitália da fêmeas nascida deste tipo de parto. “Quando ocorrer uma parição de gêmeos, na fêmea, com uma caneta tipo Bic (marca), coloque na vulva. Se entrar toda a caneta, possivelmente ela é fértil. Ou o contrário, a caneta chegando até a metade, aí sim a fêmea invariavelmente é estéril. Outras características são a vulva e clitóris da fêmea sendo o seu formato bem menor que o tamanho anatômico. Os pelos mais longos que o normal da vulva, pouco desenvolvimento mamário, caraterística na cabeça, pescoço, peito musculoso apresentando as origens de machos, fazendo uma inspeção... Sendo considerada infértil em mais de 90% das ocorrências nas terneiras”, concluiu.

Sergio Renato Scherer Filho

Médico veterinário

CRMV/RS 7883

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso super grupo no WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
TBK INTERNET
CÂMERAS
BJ RÁDIO WEB | CAMAQUÃ (RS)
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
FUNERÁRIA BOM PASTOR
COMERCIAL EM INGLÊS BLOG DO JUARES
AABB
Mais Lidas
SUPER SÃO JOSÉTBK INTERNETCÂMERASBJ RÁDIO WEB | CAMAQUÃ (RS) FUNERÁRIA CAMAQUENSEFUNERÁRIA BOM PASTORCOMERCIAL EM INGLÊS BLOG DO JUARESAABBCOMERCIAL BLOG DO JUARES