Rural

Irga afirma que chuvas do inverno não devem recuperar níveis dos reservatórios gaúchos

Situação é de alerta para a próxima safra de arroz no Rio Grande do Sul, que é irrigada
09/06/2020 - 15h57min Corrigir

De acordo com dados do Instituto Riograndense do Arroz (Irga), a chuva prevista para o inverno deste ano não deve ser suficiente para recuperar o nível dos reservatórios de água destinados à irrigação da próxima safra de arroz no Rio Grande do Sul. “Há locais que precisam de mil milímetro de água para chegar ao nível máximo até setembro, o que dificilmente acontecerá”, afirmou Ricardo Kroeff, engenheiro agrônomo do Irga. 

No mês passado, houve precipitação acima da média e há previsões similares para junho e julho. Todavia, para reverter o quadro dos baixos níveis das bacias hidrográficas gaúchas, seria necessário chover na mesma proporção até outubro, de acorco com a meteorologista do IrgaJossana Cera. Mas a previsão não é nada animadora, já que em agosto, as chuvas já devem diminuir. Ainda assim, ambos os técnicos apontam que a chuva deve resolver parte do problema gerado pela seca. 

O Estado enfrenta uma severa estiagem desde o final do ano passado, sendo intensificada no começo de 2020. A falta de chuvas prejudicou o cultivo de diversos grãos em solo gaúcho. No entanto, não afetou a colheita do arroz, que foi a maior registrada desde a safra de 1921/1922. Até o momento, 405 municípios do RS decretaram situação de emergência por conta da falta de chuva, sendo que desse total, 367 foram homologados pelo Governo do Estado e 364 também tiveram reconhecimento por parte da União.

  

 

MAIS NOTÍCIAS

RÁDIO SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ROGÉRIO CALÇADOS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ART MÓVEIS
PADARIA ESTRELA
OLIDATA
ADRIANO CONRADO
ELETRO CLIC
RESTAURANTE COME COME
SUPER SÃO JOSÉ
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +