Justiça

Justiça determina afastamento de policial militar flagrado agredindo motociclista em Tapes

Pedido foi feito pelo Ministério Público
27/09/2021 - 15h20min Corrigir

A Justiça determinou o afastamento do policial militar que foi flagrado agredindo um motociclista em março deste ano em Tapes. O pedido foi feito pelo Ministério Público. O prazo é de 180 dias, com possibilidade de prorrogação.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

O PM é alvo de uma ação civil pública por atos de improbidade administrativa ajuizada em 18 de agosto pelo promotor de Justiça Daniel Soares Indrusiak. A investigação teve início a partir da publicação de imagens em redes sociais que mostram o policial, no exercício da função, espancando o condutor de uma motocicleta após abordá-lo com a viatura de serviço. O caso ocorreu no dia 31 de março, na Vila Wolf.

Nas imagens, é possível perceber o agente dando ordem para que a vítima parasse a motocicleta. A determinação foi prontamente acatada e de forma pacífica. O motociclista aparece desligando o veículo e se preparando para responder à abordagem policial, inclusive retirando de forma voluntária o capacete. Em seguida, sem qualquer motivo aparente, o brigadiano desfere um violento golpe no rosto da vítima, que fica desorientada. O rapaz procura se proteger e evitar novas agressões. Porém, o policial utiliza o capacete do motociclista para golpeá-lo outra vezes, encurralando ele contra um muro.

Em seu depoimento, a vítima diz ter sentado no chão, junto ao muro, chorando e implorando que o agente parasse com as agressões.  O brigadiano teria respondido que se a abordagem tivesse ocorrido em local desabitado, o motociclista “ia ver o que era tomar pau”.

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
MÁRIO SERRALHEIRO
DR. JOÃO BATISTA
OLIDATA
KNN IDIOMAS
PIX
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ART MÓVEIS
CÂMERAS EXTERNAS
ELETRO CLIC