Justiça

Justiça condena mãe e padrasto de adolescente estuprada por cerca de oito anos no RS

Conforme denúncia do Ministério Público, os abusos teriam começado quando a vítima tinha 5 anos de idade
23/05/2022 - 16h30min Corrigir

A Justiça condenou a mãe e o padrasto de uma adolescente de 13 anos por estupro de vulnerável em Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul. Conforme a denúncia do Ministério Público Estadual (MPRS), os abusos teriam começado quando a vítima tinha 5 anos de idade. A sentença foi determinada, em primeiro grau, pela 4ª Vara Criminal da Comarca de Santa Maria.

O homem, de 53 anos, recebeu pena de 20 anos e três meses de reclusão em regime fechado. Ele já estava preso desde o dia 1º de dezembro do ano passado. Já a mãe da vítima, de 33 anos, foi condenada a 10 anos e seis meses de prisão, e pode recorrer da decisão em liberdade. Ela foi apontada como cúmplice dos estupros, mas não chegou a ser presa.

A menina relatou para a investigação que foi vítima das violências ao longo de oito anos. Segundo ela, dos cinco aos 12, o padrasto assediava ela, passando a mão em suas partes íntimas, além de agarrá-la e beijá-la. Depois, os abusos evoluírem para o ato sexual sem consentimento. A vítima ainda afirmou que a mãe teria presenciado algumas das violências e não fez nada para impedir.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

O caso veio à tona após a adolescente relatar os abusos para uma colega de escola. A menina, por sua vez, contou para uma professora, que acionou o Conselho Tutelar. Ainda de acordo com a denúncia, os abusos teriam acontecido diversas vezes tanto na residência dos réus quanto em motéis da cidade. A jovem, inclusive, relatou para as autoridades que a mãe ameaçou ela para que não contasse sobre os estupros e teria oferecido dinheiro para que mudasse o depoimento na Polícia Civil depois do primeiro boletim de ocorrência. Atualmente, a adolescente mora com o pai.

A defesa do casou assinalou que irá recorrer da sentença e diz que os clientes negam todas as acusações. Os nomes deles não são divulgados para preservar a integridade física e moral da vítima, asseguradas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Durante todo este mês, circula pelo Brasil a campanha Maio Laranja de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Reforçando a atenção para essa triste realidade, já que o abuso sexual nem sempre é denunciado, ficando encoberto no próprio ambiente doméstico. Quando a denúncia acontece, os casos vão parar no judiciário, e as penas pelas condenações são altas. As penas previstas pelo Código Penal Brasileiro podem chegar a 30 anos de prisão.

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

ART MÓVEIS
Borgte Consórcios
IDEALPLAST
TBK INTERNET
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
GRÁFICA.COM
LEDEJAR
SUPER SÃO JOSÉ
Mais Lidas
ART MÓVEIS
Borgte ConsórciosIDEALPLASTTBK INTERNETFUNERÁRIA CONCÓRDIAGRÁFICA.COMLEDEJARSUPER SÃO JOSÉCÂMERASFUNERÁRIA CAMAQUENSE
Ouça a BJ Rádio Web

Está claro demais aqui? O Blog do juares agora conta com o modo escuro. Aperte na lâmpada e apague a luz!