Justiça

Pastor afirma que seus "feijões mágicos" curam covid-19

Valdemiro Santiago foi alvo de uma investigação do Ministério Público por estelionato
24/11/2020 - 10h28min Com informações de Estado de Minas Corrigir
Recentemente, a Justiça de São Paulo ordenou que o site do Ministério da Saúde informe se as sementes de feijão divulgadas pelo pastor Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, têm ou não benefícios no combate à COVID-19.

De acordo com reportagem do Estado de Minas, a decisão foi publicada pelo juiz federal Tiago Bitencourt, da 5° Vara Cível Federal de São Paulo, no dia 27 de outubro. A União tem o prazo de 15 dias para inserir as informações no site.
 
O processo indicou  o prazo de 30 dias para que o Poder Executivo identifique quem deu a ordem de exclusão da informação sobre os feijões que já havia sido publicada no site do Ministério da Saúde.
 
 
A investigação foi desencadeada pelo Ministério Público Federal (MPF) e logo foi confirmado os sinais de estelionato de Valdemiro Santiago.

O Ministério Público Federal afirma que os feijões não oferecem nenhuma cura à COVID-19 e que a propaganda é fake news.

MAIS NOTÍCIAS

FUNERÁRIA BOM PASTOR
ROGÉRIO CALÇADOS
ELETRO CLIC
ART MÓVEIS
MÁRIO SERRALHEIRO
SUPER SÃO JOSÉ
RESTAURANTE COME COME
OLIDATA
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
ADRIANO CONRADO
PADARIA ESTRELA
Mais Lidas
FUNERÁRIA BOM PASTORROGÉRIO CALÇADOSELETRO CLICART MÓVEISMÁRIO SERRALHEIROSUPER SÃO JOSÉRESTAURANTE COME COME
OLIDATAFUNERÁRIA CAMAQUENSEADRIANO CONRADOPADARIA ESTRELA
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +