Justiça

Ginecologista é condenado a 16 anos de prisão por violação sexual de nove pacientes no Sul do RS

Além da pena privativa de liberdade, o réu deverá pagar indenização de R$ 25 mil a cada vítima
25/06/2022 - 13h00min Corrigir

O médico ginecologista Cairo Roberto de Ávila Barbosa foi condenado pela Justiça a 16 anos e cinco meses de prisão por violação sexual de nove pacientes em Canguçu, no Sul do Rio Grande do Sul. A audiência ocorreu na última quinta-feira (23). Além da sentença privativa de liberdade, o réu deverá indenizar cada uma das vítimas em R$ 25 mil.

A decisão foi proferida pela juíza de Direito Hélen Fernandes Paiva, da 1ª Vara Judicial da Comarca de Canguçu. Os crimes teriam acontecido entre os anos de 2012 e 2017, tanto no consultório do ginecologista quanto no Hospital de Caridade do município, onde o médico também trabalhava, conforme denúncia apresentada pelo Ministério Público (MP). 

De acordo com a magistrada, as vítimas "relataram terem a sensação de que o procedimento adotado era, no mínimo, estranho, contudo não tiveram a certeza de que se tratava de um abuso sexual, já que tentaram acreditar no procedimento adotado pelo renomado médico".

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

"Inviável acatar a tese de que houve consentimento por parte das vítimas, justamente em razão da fraude empregada, que impossibilitava a imediata identificação do abuso sofrido, levando as vítimas a acreditarem, ou esforçarem-se para acreditar, que o que estava acontecendo era normal", completou a juíza durante a leitura da sentença.

Após a repercussão das primeiras denúncias, outras pacientes de várias cidades e até mesmo de fora do Rio Grande do Sul procuraram a Polícia Civil para acusar o médico do mesmo crime. "O que afasta a existência de eventual grupo criminoso voltado para tirar dinheiro do réu, como levantado pela defesa pessoal do réu", defendeu a magistrada. A polícia e o MP apuraram 35 denúncias ao todo.

O médico, de 66 anos, teve o direito de exercer a profissão suspenso e está preso preventivamente desde junho do ano passado. Ele não poderá responder em liberdade. A defesa alegou que só irá se manifestar nos autos do processo, que tramita em segredo de Justiça.

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso grupo de WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

Borgte Consórcios VEÍCULOS
FUNERÁRIA BOM PASTOR
LEDEJAR
FUNERÁRIA CONCÓRDIA
CÂMERAS
GRÁFICA.COM
TBK INTERNET
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
IDEALPLAST
Mais Lidas
Borgte Consórcios VEÍCULOSFUNERÁRIA BOM PASTORLEDEJARFUNERÁRIA CONCÓRDIACÂMERAS
GRÁFICA.COMTBK INTERNETFUNERÁRIA CAMAQUENSEIDEALPLAST