Justiça

A pedido do MPRS, STF suspende liminares de indulto natalino para presos também condenados por outros crimes mais graves

Decisão do STF será submetida ao Pleno do STJ em fevereiro

Compartilhe:
09/01/2024 - 16h51min Corrigir

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou, a pedido do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS), a suspensão de liminares concedidas pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) — em habeas corpus — que autorizavam indulto natalino para crimes não previstos em decreto do presidente da República. A decisão do STF será submetida ao Pleno do STJ em fevereiro.

Conforme decisão publicada pelo STF no último dia 31 de dezembro de 2023, a interpretação da Corte Suprema e dos tribunais estaduais é no sentido de que o indulto a crimes menos graves somente poderia ser concedido caso o apenado não tivesse pena a cumprir em relação a crimes mais graves, denominados crimes impeditivos. Por exemplo, são os delitos hediondos, tráfico de drogas, envolvendo violência doméstica, entre outros.

Contudo, a nova interpretação dada pelo STJ que autorizava o indulto a crimes ditos menos graves, independentemente do cumprimento da pena dos casos envolvendo os delitos mais graves ou os chamados crimes impeditivos, estava causando a cassação das decisões de inúmeros tribunais do País. Neste caso, houve o entendimento de que estava se gerando uma insegurança jurídica na aplicação destas medidas.

Conforme o pleito da Procuradoria de Recursos do MPRS, as decisões do STJ também estavam trazendo risco à segurança pública e à confiança de várias instituições em relação ao Poder Judiciário.

Indulto de Natal

O indulto de Natal significa o perdão total ou parcial da pena do condenado. Após o presidente da República assinar um decreto, sempre em dezembro de cada ano, é preparada uma lista que passa por avaliação jurídica. Desta forma, o benefício é concedido após a solicitação e análise do caso, o que pode levar alguns meses.

O indulto não é a mesma coisa que saída temporária, que tem por objetivo a ressocialização do apenado, sendo que este deve retornar ao estabelecimento prisional conforme lhe for determinado.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso super grupo no WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

AFUBRA MAIO 2024
COMERCIAL EM INGLÊS BLOG DO JUARES
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
TBK INTERNET
SUPER SÃO JOSÉ
FUNERÁRIA BOM PASTOR
COMERCIAL BLOG DO JUARES
CÂMERAS
AABB
Mais Lidas
AFUBRA MAIO 2024COMERCIAL EM INGLÊS BLOG DO JUARESFUNERÁRIA CAMAQUENSE
TBK INTERNETSUPER SÃO JOSÉFUNERÁRIA BOM PASTORCOMERCIAL BLOG DO JUARESCÂMERASAABB