Justiça

Medidas emergenciais são anunciadas para famílias afetadas por explosão em condomínio em Porto Alegre

Entre as iniciativas anunciadas, a Caixa Econômica Federal comunicou que as seguradoras dos imóveis pagarão as parcelas do financiamento dos moradores até que as unidades estejam recuperadas e disponíveis para reocupação

Compartilhe:
15/01/2024 - 09h12min Ascom MPRS / Edição: Redação BJ News Corrigir

O promotor de Justiça Cláudio Ari Mello, coordenador do Centro de Apoio Operacional da Ordem Urbanística e Questões Fundiárias do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS), presidiu, na manhã do último sábado (13), uma reunião com moradores do condomínio localizado no bairro Rubem Berta, zona norte de Porto Alegre, atingido por uma explosão no dia 4 de janeiro.

Na ocasião, representantes da Caixa Econômica Federal e da Construtora Tenda anunciaram as medidas emergenciais que serão tomadas para assegurar o acesso à moradia às famílias que ficaram desabrigadas após o ocorrido.

Entre as iniciativas anunciadas, a Caixa Econômica Federal comunicou que as seguradoras dos imóveis pagarão as parcelas do financiamento dos moradores até que as unidades estejam recuperadas e disponíveis para reocupação. A Caixa também assegurou que poderá suspender a cobrança dos valores de financiamento por até seis meses.

Já a Construtora Tenda anunciou que não cobrará os valores das dívidas de parcelamento dos moradores das torres 09 e 10 pelos próximos seis meses, e dos moradores das torres 11 e 12 pelos próximos três meses. A Caixa também coordenará uma busca ativa por parte das seguradoras para contato com os moradores, com adoção de medida preferencial na conclusão dos seguros, para recuperação dos prédios e unidades e eventual pagamento do sinistro.

O encontro, que aconteceu no salão de eventos do Instituto de Educação São Francisco, contou com a participação de outros órgãos e instituições envolvidos, como Município de Porto Alegre, Guarida Administradora de Condomínios e Defensorias Públicas do Estado e da União.

A explosão no terceiro andar da torre 10 aconteceu na madrugada do dia 4 de janeiro e, com o risco de colapso do prédio, as torres 9, 11 e 12 foram interditadas e os moradores impossibilitados de acessar suas moradias.

O Instituto-Geral de Perícias (IGP) ainda apura as circunstâncias da explosão.

Inscreva-se em nosso novo canal do YouTube ACESSE AQUI!

Para receber as notícias gratuitamente e em tempo real participe do nosso super grupo no WhatsApp, clicando aqui!

Ou participe do nosso grupo no Telegram clicando aqui!

Ouça AQUI a web rádio do Blog do Juares!

Siga o Blog do Juares no Google News e recebe notificações das últimas notícias em seu celular, acessando aqui!

MAIS NOTÍCIAS

FUNERÁRIA BOM PASTOR
COMERCIAL BLOG DO JUARES
SUPER SÃO JOSÉ
AABB
AFUBRA MAIO 2024
COMERCIAL EM INGLÊS BLOG DO JUARES
TBK INTERNET
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
Mais Lidas
FUNERÁRIA BOM PASTORCOMERCIAL BLOG DO JUARESSUPER SÃO JOSÉAABBAFUBRA MAIO 2024COMERCIAL EM INGLÊS BLOG DO JUARESTBK INTERNETFUNERÁRIA CAMAQUENSE
CÂMERAS