Games

Codiguin Free Fire e muitos diamantes: saiba hack para o FF da Garena

Saiba tudo sobre o Free Fire e suas novidades
23/10/2020 - 14h04min Corrigir
Jogadores do Free Fire (FF) estão sempre a procura dos famosos "diamantes infinitos". Entretanto, ainda não uma tática eficiente para obter muitos diamantes. Nos próximas linhas, vamos explicar sobre o hack do Free Fire e também, o resgate do codiguin no FF em 2020. Confira sobre o game da Garena.

O novo código do FF de recompensa recebe a skin “Chama do Dragão AK Free Fire”. Ela será a primeira personalização para recursos que poderão evoluir no jogo. Gamers poderão obter a nova skin “Chama do Dragão” através do Codiguin FF ou diretamente no Escolha Royale que estará disponível no sábado (24) após às 00h (horário de Brasília).

É importante lembrar que para fazer a skin evoluir os jogadores precisarão do token “Dragão de Cristal”, porém, não está confirmado ainda se este item também estará presente no Codiguin FF 2020 ou somente na loja do jogo.

Free Fire Max

A Garena, empresa lançou Free Fire, está lançado uma nova versão do Free Fire, em melhor qualidade, visto que, muitos jogadores não gostam da qualidade gráfica do jogo, que deixa a desejar. Sim, estamos falando do Free Fire Max.

Celulares compativeis

Mas ainda a empresa não revelou quais celulares vão rodar Free Fire (FF) Max em sua versão final. Como o jogo está em fase de testes e desenvolvimento, ainda não existe uma lista fechada de aparelhos compatíveis ou requisitos mínimos para download definidos.

Entretanto, acredita-se que smartphones intermediários terão capacidade de rodar o jogo. Conforme o portal Techtudo, o beta disponibilizado em junho de 2020 para celulares equipados com Android exigia no mínimo 2 GB de memória RAM. E em setembro de 2020 a fase de testes do Free Fire Max passou a ser compatível com iOS, a partir do iPhone 6S. Mas é provável que as exigências mínimas sofram alterações até o lançamento da versão final.

Versão de testes beta no Brasil

O Free Fire Max é a versão “turbinada” do Battle Royale da Garena, que ainda não tem uma data de lançamento definida. Malásia, Bolívia e Vietnã foram os três países que recentemente passaram a ter acesso ao beta do game, mas a desenvolvedora ainda não confirmou data dos testes no Brasil. Também não foram divulgados oficialmente quais celulares que vão rodar Free Fire Max ou como fazer o download do APK por aqui. Desvende, a seguir, o que é rumor e o que já está confirmado sobre o novo game.

Embora o Brasil seja um dos principais mercados do Free Fire, a Garena ainda não confirmou o beta da versão “turbinada” por aqui. No entanto, uma página da Google Play Store descoberta recentemente pela comunidade pode indicar que a desenvolvedora está selecionando jogadores para participar da versão de teste do Free Fire Max.

Na página, que dá detalhes e imagens sobre a nova versão do Free Fire, os jogadores podem manifestar interesse clicando em “Participar dos testes”. O TechTudo entrou em contato com a desenvolvedora para apurar acerca dos supostos testes, mas a desenvolvedora não confirmou que a inscrição é oficial e nem se todos que manifestarem interesse para o período de avaliação serão selecionados.

Vale lembrar que o beta disponibilizado em junho de 2020 para celulares equipados com Android exigia no mínimo 2 GB de memória RAM. E em setembro de 2020 a fase de testes do Free Fire Max passou a ser compatível com iOS, a partir do iPhone 6S. Mas é provável que as exigências mínimas sofram alterações até o lançamento da versão final.

Segurança no download do APK

Não é seguro baixar o APK de fora do país e o OBB. Para testar antecipadamente a versão “turbinada” do Free Fire, jogadores com celulares Android têm recorrido ao download de APK e OBB (Opaque Binary Blob). Esses pacotes de arquivos permitem que usuários tenham acesso aos apps que não estão disponíveis na loja do Brasil.

Entretanto, o download desses arquivos pode trazer riscos de segurança para o dispositivo e as informações pessoais dos jogadores. A instalação pode explorar brechas no sistema operacional, além da possibilidade de virem acompanhadas de malwares ou vírus. Por exemplo, ao permitir o acesso a câmera e ao microfone, o jogador pode facilitar sua vigilância pelo APK.

Free Fire está disponível para baixar no Android e iPhone (iOS), e no PC, por meio dos emuladores Bluestacks, LDPlayer e MSI App Player.

Hack Free Fire

De acordo com informações, essa trapaça popularmente conhecida como MODMENU, deixa o jogador com o aimbot, wallhack, triggerbot e demais vantagens não permitidas. Além disso o cheater promete “vida infinita” para o sobrevivente.

Leia também: Sony compra Free Fire: entenda bomba viralizada nas redes sociais

O aimbot permite que a mira do jogador vá quase que instantaneamente para a cabeça ou corpo do inimigo. Já o wall hack ESP, permite que o jogador encontre qualquer um ao longo do mapa. É importante destacar que a prática de uso é totalmente “ilegal”. Não é recomendado o uso, pois, uma hora ou outra, sua conta será banida.

Por medidas de segurança, afim de evitar vírus no seu dispositivo, não efetue downloads de programas como esse. A Garena segue trabalhando para punir jogadores que utilizam trapaça, script, hack ou cheat no game.

MAIS NOTÍCIAS

ART MÓVEIS
FUNERÁRIA CAMAQUENSE
DIGA NÃO!
SUPER SÃO JOSÉ
RESTAURANTE COME COME
OLIDATA
ELETRO CLIC
ADRIANO CONRADO
FUNERÁRIA BOM PASTOR
ROGÉRIO CALÇADOS
PADARIA ESTRELA
Tocando agora: Relembre bons momentos
Diminuir/Aumentar Fonte: Fonte: A - A +